Quem Merece Uma Segunda Chance?


Segunda Chance

            Será mesmo que todo mundo tem, realmente, direito a uma segunda chance?
            Eu quero acreditar que sim, eu até tento dar uma segunda chance, mesmo sabendo que aquela pessoa não mereça aquela chance, entretanto, estou percebendo que a pergunta que deveríamos fazer não é essa e sim essa, será que as pessoas que damos a segunda chance percebem que estão tendo uma segunda chance? Mesmo quando informamos que elas estão tendo uma segunda chance elas normalmente não agem diferente, não tentam reparar o erro.
            Antes de qualquer coisa, não estou falando de não darmos uma segunda chance, estou falando das pessoas que têm essa segunda chance e não reconhecem tal oportunidade, e para ilustrar para vocês, vou contar-lhes uma historinha sobre segunda chance.
            O nome dos personagens foi modificado para preservar a identidade dos envolvidos, apesar de ter toda vontade do mundo em dizer o nome de um dos personagens, mas manterei em segredo para preservar principalmente a minha pessoa de futuros processos.
            Certo dia após um almoço maravilhoso regado a muito Nestea sabor pêssego, San saiu para ir ao banco fazer um pagamento, inesperadamente, ele se depara com sua afobada amiga, Ana Jurema, e conversa vai, conversa vem, San diz que tem que ir ao banco e não poderia ficar mais conversando com Ana Jurema, inesperadamente e de uma maneira muito afobada, Ana Jurema implora que San a empreste certa quantia para ela, San decidiu ajudar a afobada jovem, afinal de contas o dinheiro não lhe faria falta e ele sempre ajuda as pessoas que gosta quando tem oportunidade.
            Ana Jurema, extremamente feliz diz ao amigo que no dia seguinte ela o pagaria, ela depositaria em sua conta o dinheiro, dias se passaram, semanas até, e nenhuma resposta de Ana Jurema, até que San se cansou de esperar pelo menos uma notícia da Velhaca, ele entra em contato com ela, ela envergonhada diz que o irá pagar no dia seguinte e pede que ele lhe dê uma segunda chance, então San, ingenuamente a dá a segunda chance, e no outro dia como por encanto, Ana Jurema some da face do planeta.
            Apesar do exagero dessa historinha ela é verídica e bem atual, a segunda chance existe para que possamos fazer a nossa história melhor, corrigir os erros ou não repeti-los, é a chance para que possamos ser pessoas melhores, se não for com esse objetivo, para quê termos a segunda chance.
            Acredito que antes de darmos uma segunda chance é analisarmos em nossos corações se somos dignos de pedir uma segunda chance, pois não estaremos sendo falsos com a pessoa a quem pedimos clemência, estaremos sendo falsos com nós mesmos.
            Por isso que Jesus contava as suas lições por meio de parábolas, para quem tivesse ouvido não ouvisse. É o não dar pérolas aos porcos.

.

1 comentários:

Felipe Leite disse...

hahahaha!! Aconteceu comigo! Minha amiga sumiu do mapa. Mas o destino fez com que eu a encontra-se no Supermercado.
Eu - Fulana, como vai?
Ela - Aí que susto!

E foi embora!