Insatisfeito


Insatisfeito, eu? Talvez! Insatisfeito, você? Certamente, que sim! Insatisfeita, você? Nem tanto!

Vivo ouvindo falarem que as mulheres são ou estão insatisfeitas, que não deixa de ser uma verdade, já conheceram alguma mulher que esteja satisfeita com o seu corpo? Eu não conheci ainda e talvez eu morra antes desse dia chegar ou dessa mulher existir, porém essa verdade é uma meia verdade, as mulheres não são as únicas insatisfeitas.

A verdade é que a grama do vizinho sempre é mais verde e principalmente se essa “grama” for uma mulher.

Esses dias eu estava assistindo a novela das oito, que não sei por que se chama assim, já que ela passa depois das oito da noite (mas vai lá entender essa lógica feminina), voltando lá estava eu assistindo a novela das oito com a minha esposa, quero dizer eu não estava assistindo a novela eu estava fazendo companhia para ela enquanto ela assistia à novela, e foi aí que o maior pegador do Brasil, o Rei José Mayer, resolveu dá uma de fresco e começou a falar da sua vida sentimental, quero dizer o personagem dele, até porque ele não faz o tipo, e se fizer no meu imaginário ele não faz, e aí ele falava de como amava a mulher dele e no entanto não podia ver o rabo de saia da personagem Giovanna Antonelli, ele ficava louco e pegava a “muié”, e foi aí que nessa besteira dele abrir o coração que a minha esposa me pôs numa saia justa, que foi justamente essa, do porquê o homem amar uma e mesmo assim se envolver com outra.

Para minha sorte ela pediu que eu a respondesse como psicólogo, e foi bom porque como é típico das mulheres não entenderem os homens, eu ficaria em maus lençóis, apesar de não ter culpa no cartório, contudo dei a ela uma explicação científica, uma análise antropológica e sociológica dessas atitudes do homem e foi aí depois dessa conversa que descobri que nós homens somos mais insatisfeitos do que as mulheres e mais insatisfeitos do que achamos que somos.

Percebi que nós homens vivemos perseguindo um estereótipo cheio de glamour e virilidade que a nossa cultura passa que é a do homem que tem muitas amantes que as fazem cair apaixonadas por seu encanto e ele não se prende a nenhuma, onde o sonho dos homens é viver fugindo de uma vida um pouco monótona e sem grandes aventuras, onde o homem irá fazer amor com uma única mulher o resto da sua vida.

Muitos homens e todas as mulheres acham que todo homem quer ser assim, um cara pegador, mas na verdade isso não acontece com tanta freqüência, e para não parecer que nós somos avessos a essa monotonia nós mostramos um lado misógino, que despreza a mulher e que a utiliza como meio de obtenção de prazer.

Não pense que sou pro - feminista por que não sou, na verdade eu tento ser justo, não nego, sou um pouco machista, no entanto o meu lado justo é mais forte que o que foi esculpido pela academia do nordeste do Brasil de Misoginia.

O fato de nós sermos insatisfeito é que precisamos dá continuidade ao legal cultural e machista que nós é passado desde que nascemos, e nesse treinamento de uma vida inteira não está o entrar em contato com os nossos sentimentos e por não entrar em contato com os nossos sentimentos é que vivemos perseguindo um ideal que venha preencher esse vazio existencial que há no interior do machão.

Uma coisa engraçada é que ideal tem a mesma raiz etimológica que idéia, e idéia é algo abstrato. Ou seja perseguir esse ideal de ser homem pegador é a mesma coisa que buscar pote de ouro no fim do arco-íris, não existe tal felicidade quando se busca esses prazeres curtos e quando experimentamos tal sensação gostosa achamos o máximo e ficamos querendo mais e mais e aí ficamos igualzinho a turma do desenho caverna do dragão.

Daí a grama do seu vizinho ser mais verde.

Também não estou dizendo que não devemos ter sonhos, sonhar é bom mas devemos saber que os sonhos fazem parte do nosso imaginário e que nunca iremos realizá-los da mesma maneira, nós podemos chegar perto, mas fazê-lo igual jamais, quem vende a idéia contrária é a Televisão com seus programas água com açúcar, a televisão é o meio de comunicação mais impulsiona as pessoas a perseguirem as ilusões.

E voltando a questão do Rei Zé Mayer, o homem pode sim ter duas ou mais de uma mulher, porém ele não as ama da mesma maneira, com uma ele irá se envolver de maneira mais superficial e de pele, em nível sexual mesmo, e a outra de uma maneira mais branda e com mais intimidade.

E aí eu faço uma pergunta a você leitora, Por que o homem tem que ter uma amante? A amante serve para ser companheira do homem nos momentos bons, e para um homem um momento bom ou o momento bom é no sexo e outra mulher ou melhor dizendo a esposa é a mulher onde ele se abre ou tenta e abrir de uma maneira disfarçada para ela, é a que arruma casa e nos força a fazer isso, é aquela que nos força em fraco e preguiçosos desmotivados, então graças a sua chatice que o homem precisa de uma amante e isso não é uma tarefa fácil pois é preciso uma memória boa para lembrar de todas as mentiras e o nome delas e dos parentes.

E alguém pode dizer, já que a amante é a mulher para os momentos alegres e prazerosos então por que não subir o posto dela? A resposta é simples, ela deixará de ser a amante legal e passará a ser a esposa chata.

Minhas leitoras, não me entendam mal, não estou defendendo o direito de se ter amante, apenas estou explicando como isso acontecem, vocês podem até não concordar, no entanto é assim que acontece em nossa sociedade.



Posso até não concordar com o que você diz, mas defenderei até a morte do direito de você dizê-la. Voltaire
.

0 comentários: