Mentiras têm pernas curtas, mas insistem em usar salto alto


O que me inspirou a escrever sobre a mentira não foi a palavra em sim, mas sim uma frase que eu vi na revista Caras, não que eu seja leitor dela, mas como é revista campeã dos consultórios médicos, ela estava lá,eu olhei para ela e ela olhou para mim, rolou um clima  e ao folheá-la cheguei à parte das frases de figuras famosas e uma delas me chamou a atenção e a frase foi citação de nada mais, nada menos de Nietzsche, que dizia assim A mentira exige muita invenção, dissimulação e também memória.
Eu concordo inteiramente com a frase do grande filósofo, não pelo fato de eu ser fã dele, mas por que eu pensava dessa mesma maneira antes mesmo de saber que ele havia dito essa citação, eu cresci ouvindo de minha mãe que o Diabo é o pai da mentira, e quem mentia era filho do Diabo, que mentir era feio e errado e que eu não deveria mentir e etc e tal. Para mim essas são as maiores mentiras que podemos dizer a uma criança, veja como é insana a educação das crianças, e analisando tudo isso eu vejo que as crianças são mais fortes, psicologicamente, que os adultos, pois se eu fosse aprender isso com o pensar de um adulto acredito que eu surtaria rapidinho.
Tudo que as crianças aprendem a maioria é por meio de mentiras Papai Noel, Coelho da Páscoa, Mentira faz o nariz crescer, se apontar o dedo para uma estrela nasce uma verruga no dedo, se engolir um caroço de fruta nasce uma árvore dentro de você, Bicho papão e que agente deve falar sempre a verdade é sempre melhor (melhor para quem).
Nós aprendemos esse monte de mentiras bobas, mas que são mentiras, para aprendermos que não devemos dizer mentiras, espere aí, isso não ficou muito claro, huuumm.
Agora imagine a cena, você quebrou algum vaso ou janela e aí ela, sua mãe, pergunta: Quem foi? Você através do seu silêncio nega que tenha sido o autor dessa proeza, aí ela torna a perguntar: Quem foi? E continua, Se você me disser a verdade vai ser melhor. Mas como vai ser melhor se eu contar a verdade? Eu digo a verdade e apanho se eu mentir e ela descobrir que é mentira eu apanho mais, apanho por ter quebrado o vaso ou janela e apanho por que menti.
Insano isso, não?! Então, quem é que pune nossos pais por nos ensinarem ou deixarem acreditar nas mentiras bobas que eu citei no começo desse tópico? Como posso acreditar que se eu disser a verdade sempre eu irei me dar bem?
Essas perguntas sempre me perseguiram e que me faz questionar todo esse sistema educacional de nossas famílias e a conclusão que chego é que a as verdades que aprendemos são baseadas (adoro essa palavra) em mentiras.
MEU DEUS, MEUS PAIS SÃO DOIS GRANDES MENTIROSOS! HAHAHAHA
Mentir para ensinar, a princípio, é sempre mais fácil, até por que há alguns detalhes que ajudam, o primeiro é o pensamento mágico das crianças que facilitam acreditarem nelas, o segundo e não menos importante é a credibilidade que os pais têm com seus filhos. Mas como não fazer as crianças mentirem, se muito do que fazemos é mentindo?
Falar a verdade não é fácil e falar mentiras é trabalhoso(Duvida cruel), mas ensinar a verdade com a verdade complicaria menos a vida dos pequenos.
E além do mais se nós somos grandes mentirosos por que devemos punir os nossos pequenos por mentir? Vejo aí uma competição edipiana hahaha, só pode haver um (parafraseando o filme Highlander)
Não estou aqui querendo defender que devemos dar preferência as mentiras ao invés das verdades, não é isso, mas que ao invés de punirmos poderíamos estimular o bom uso da mentira. Bom uso da mentira? É isso mesmo.
                Quando uma criança mente, ela está apenas usando a IMAGINAÇÃO dela para sobreviver, escapar de alguma possível ameaça física, ao punirmos apenas, nós estamos tolhendo a capacidade de criar, a imaginação dela.
                Sei que essa não é uma tarefa fácil, mas como tudo que é difícil os resultados são melhores e vai evitar que você não passe vergonha diante dos seus filhos, parentes e amigos. Quando um dia o seu filho revelar uma mentira sua para alguém e espero, que para o seu bem, eu não seja testemunha desse fato, pois vou postar aqui.
                Isso aconteceu com a minha mãe, hahaha, a minha irmã era uma criança acredito que ela tinha no máximo 6 ou 7 anos, como a minha mãe prezava que sempre disséssemos a verdade custe o que custar, ela atendeu o telefone e minutos antes ela recebeu a ordem que se alguém ligasse naquele dia para ela, era para dizermos que nossa mãe não estava, pois bem, alguns minutos depois o telefone toca e minha irmã diz: A minha mãe mandou dizer que não estava em casa.
                Que saia justa ela ficou, ela não sabia se batia na minha irmã ou se parabenizava ela por dizer a verdade, pelo que eu lembre esse foi o único exemplo da minha infância em que falar a verdade foi algo bom, e isso justamente, só aconteceu com a minha irmã, eu tentei repetir e me dei mal, recebi um pedala Robinho da minha mãe. Mundo Injusto esse.
                Mãe, Pai é tudo brincadeira quando disse que vocês são grandes mentirosos, quer dizer vocês foram e são, mas foram por uma boa razão, não foi?
                E pra finalizar não me entendam mal e nem pense que eu esteja fazendo alguma apologia à mentira, pelo contrário estou defendendo o direito de uma educação mais sincera, afinal mentiras e hipocrisia já basta as dos nossos representantes nas assembléias e senado.
                PS. Ah já que eu estou sendo sincero, no segundo ano de cursinho pré-vestibular eu quase fui expulso e só fui passar a semana na casa da vó nina para ir a uma festa e não por está com saudades dela, ah vó amo você!
.

0 comentários: