Foi bom para você?



Antes de mais nada quero agradecer a minha amiga Ana Luisa que me ajudou com esse primeiro texto a ser publicado, aqui, como ela me ajudou? ah me deu a idéia de por o primeiro tema e o escolhido foi prazer e é com prazer que escrevo para vocês alguns pensamentos e algumas idéias concebidas em longos momentos de reflexão no sanitário e é claro sempre com bom humor!
O prazer é algo gozado não acha? É gozado pelo fato de ser uma experiência que pode ser vivida solitariamente, com outra pessoa, com outras várias pessoas, com objetos e animais, já está pensando em besteira não é? Calma que já, já explico tim, tim por tim, tim, mas até lá contenha os seus pensamentos, leitor(a) safado(a). O prazer é tão gozado que o que pode ser prazeroso para mim pode não ser para você e o que pode ser para você pode não ser para mim ou o q pode ser prazeroso para mim pode ser para você, muito confuso? Pois é quem foi que disse que o ser humano é simples?
Esse lance de gozar é tão forte para o ser humano que posso brincar de prazer com prozac. Ai como é bom sentir prazer! nada na terra é tão bom quanto o prazer e ele pode se dar de várias formas e quando falei que você pode experimentar solitariamente eu exemplifico em situações quando eu estou no banheiro, sozinho fazendo algo que eu adoro fazer e alguns de vocês também gostam, que é refletir, ãhã, já estava pensando besteira não foi? Pois é parte desse texto eu escrevi sozinho e no banheiro e também é grupal por que estou compartilhando com vocês.
Vejamos bem, nós somos, por natureza, loucos por obter prazer, vivemos para gozar, só que nós aprendemos que gozar é errado ou que nós devemos gozar, mas com moderação é uma das coisas que a igreja ensina: você não pode ir à praia, você não pode cortar cabelo, você só pode transar se for pra ter filho, você não pode usar minissaia, enfim, me parece que sentir prazer com outras pessoas ou consigo mesmo incomoda os representantes do Senhor, mas sentir prazer molestando os coroinhas ou ter uma "relação sexual" com dinheiro na cueca é permitido?, lembra que falei que o ser humano é confuso? Pois é vai entender.
Mas uma coisa que é muito insana envolvendo essa neurose nossa por prazer é que as vezes essa busca ou esse prazer é algo surreal, como assim? Assim mesmo, o prazer pode ser gostoso para mim, pode não ser para você, ou ser gostoso para você e não ser para mim ou ainda ser gostoso para mim e para você, que é o ideal. Como no caso do masoquista e do sádico, imagina a situação, você la no bem e bom na maior da intimidade e aí a companheira pede para que você aperte o pescoço dela, sufoque, então você se empolga ela pede mais, aí quando você finalmente...hã...hum... goza! Ela ta morta hahahaha, morreu sufocada, não é insano isso?
Mas há prazeres que poucos encarariam como no caso o prazer que se tem por conta da adrenalina, gente maluca, pra mim, que gosta de encarar a morte só para ter alguns minutinhos de prazer como no caso de quem pratica queda livre, vôo livre e alguns outros esportes radicais. Viu só que falar de prazer não é só necessariamente associar a sacanagem? Mas falando em sacanagem... não posso deixar de lado não é? Afinal, para Freud tudo está associado a algum trauma na infância e de conotação sexual. E é ao passado que acredito estar a minha resposta para a seguinte pergunta, por que associamos o prazer a sacanagem?
Não sei se é a influencia do sol na região intertropical que deixa nossa libido... assim tão à flor da pele ou seria herança de nossos antepassados Lusitanos que nada tinham de puritanos (eram muito safadinhos) que ao verem nossos índios nus ficaram loucos.Apartir daí mais uma outra associação eu faço; vejamos bem, será que a nossa sem-vergonhice está associada a proporção de roupas que usamos?
Como assim? Exemplos os índios andavam e andam (alguns, aqueles que não comeram do fruto da árvore da ciência do bem e do mal que o homem branco trouxe e deu aos nossos adãos tupiniquins) e isso não é motivo de estarem com sacanagem, eles encontram outras formas de prazer, outro exemplo é o dos naturistas que andam peladões nas suas comunidades, praias e balneários e onde não rola a orgia que nós os “ensacados” achamos que rola, ai que saudade de Tambaba, afinal é lá que rola a maior concentração de bunda caída e feia por metro quadrado do litoral brasileiro.
Em contrapartida já em Brasólis, nossa capital federal, as pessoas andam com camadas e mais camadas de roupas é de onde vem as verdadeiras sacanagens, insanidades e orgias onde eles realmente querem F... com o país, e o prazer deles é extremamente insano, sádico que para eles gozarem sufocam-nos sem se importar se estamos pedindo penico ou não.
Então, moçada, pouca capa moral, muita vergonha e muito prazer, prazer em escrever para vocês e para mim, consciência muita consciência, prazer só se for consensual acima de tudo.
Foi bom para você quanto foi para mim?
.

3 comentários:

Anônimo disse...

adoro o seu humor... me diverti lendo, mas nao foi só por causa do assunto nao, viu? que saliência kkkkkkkkk parabéns, Iata.. espero ler textos divertidos como esse :* / Jaque

Anônimo disse...

Migo...como eu já havia dito antes....muito bom mesmo....e espero poder colaborar mais vezes....rs...rs...bjão...:**
Ana

Anônimo disse...

Eaê! Bem Bob, o mix de humor com "parando pra refletir", digamos assim, é muito bem descrito pois, ao mesmo tempo que você faz a gente rir, faz com que venhamos a meditar... faz a gente dar boas risadas.
Estou esperando pelos próximos textos.
A+
Bob Sam, rs
Lana sua irmã